#Educação Financeira
Mães empreendedoras: os desafios de conciliar a vida pessoal e a vida profissional
14 de Maio de 2020
Mães empreendedoras os desafios de conciliar a vida pessoal e a vida profissional

Criar e executar projetos pessoais e profissionais não é fácil. Mulheres são marcadas por trajetórias repletas de obstáculos e desafios para conquistarem seu espaço e voz no mundo dos negócios, assim como para realizar sonhos pessoais. E aí, vem uma grande questão: como vou me dedicar bem aos meus filhos sendo uma empreendedora? Como meu sonho de negócio irá sair do papel ao mesmo tempo que a minha vontade de ser mãe?

O desejo de acompanhar o crescimento e evolução dos filhos de perto, assim como o de trabalhar e seguir uma carreira de sucesso fazem parte da Segunda Revolução Feminina. Para entender melhor a segunda, precisamos explicar a Primeira Revolução Feminina, que foi caracterizada pela inserção da mulher no mercado de trabalho, com muita luta e esforço, abandonando assim o rótulo de ‘dona do lar’. Sentimos o impacto desse processo até hoje, onde mães trabalham incansavelmente e acabam dispondo de pouco tempo para estar presente na vida dos filhos. A Segunda Revolução já é marcada pela volta da mulher em acompanhar de perto o crescimento e evolução das crianças, ao mesmo tempo que é empresária e dona do próprio negócio.

Estamos focando nelas, mas não esquecemos a participação masculina nesta história. Os companheiros dessas mulheres devem exercer seus papéis de pai e trabalhador, dividindo as responsabilidades com suas parceiras. Se a mulher independente é chefe da família e sustenta a casa sozinha, o desafio é ainda maior, porém possível de se realizar. Cooperar torna a maternidade compatível com o empreendedorismo. Acompanhe, a seguir, o fato de como todos esses desafios se apresentam e a quais dicas você pode aderir para lidar melhor com essas mudanças na sua jornada de mãe e empreendedora.


O trabalho home-office

Os negócios do futuro caminham para a inovação e humanização dentro da jornada de trabalho. Entendendo a realidade das mulheres que podem e querem uma flexibilização em seus horários para cuidar dos filhos, só potencializam a dedicação da empresária e da colaboradora que também é mãe. Os negócios digitais são ideais nesse sentido, pois você pode trabalhar sem se preocupar com o deslocamento, podendo estar, assim, mais perto fisicamente dos filhos. O importante é reservar um espaço limpo e organizado para focar nas suas tarefas profissionais com qualidade de desempenho e técnica.


A realidade da rotina

Enfrentar tudo isso sem percalços não faz parte da realidade de quem vai empreender por necessidade primeiramente e não por escolha. Essa é a vivência de boa parte das mães, que antes atuavam como colaboradoras em um mercado de trabalho que não compreendia a realidade da maternidade. Se você não passou por isso, deve conhecer alguém que ficou apreensiva ao contar para a chefia que estava grávida. É comum esse medo persistir na volta da licença, o que deixa muitas mulheres inseguras em sua rotina profissional.

Por isso, elas se sentem motivadas a abrirem o próprio negócio. Um estudo feito pela Rede Mulher Empreendedora (RME) revelou que 75% das mulheres decidem abrir uma empresa após a maternidade. Sem contar que a mulher ainda é comumente responsabilizada individualmente pelo cuidado da casa e dos filhos, enquanto boa parte dos homens seguem despreocupados com a possibilidade de se dividir entre filhos e trabalho. Esse tipo de pensamento não deve permanecer entre nós. 


Contatos

A mulher sente o tempo todo a necessidade de dobrar a sua dedicação no trabalho, aumentando seu comprometimento frente aos demais para ser levada a sério. E o empoderamento feminino segue conquistando seu espaço com o senso de cooperação, respeito e trabalho árduo. Baseadas nessa ideia, muitas redes de apoio ao empreendedorismo feminino foram criadas e estão na ativa em busca de ajudar coletivamente todas essas mulheres.

Startups como a Social Mom, Maternativa e a Escola de Negócios da Mãe Empreendedora ajudam mulheres com ideias e novas visões de negócios, através de muito conhecimento, gestão e conteúdos para desenvolver mães empreendedoras. 


Desenhando o futuro com estratégia


Flexibilizar os horários sem abrir mão de viver intensamente a maternidade precisa de planejamento. Utilize as ferramentas certas para organizar as suas finanças, seus horários e as suas atividades diárias. Encare com foco e motivação para saber o que precisa resolver, assim como descobrir suas metas e detalhá-las com precisão. É muito importante separar uma quantia para conseguir se manter até que o seu negócio obtenha sucesso, assim como fazer cursos de capacitação para ter a real dimensão do que é empreender com conhecimento. 

Direcione os seus passos e se não esqueça de valorizar o seu equilíbrio emocional na tomada das suas decisões. A vida da mãe empreendedora é de muito trabalho e pouco glamour, com diversos erros e acertos dentro dessa jornada de muito aprendizado prático. Em breve, vamos detalhar mais estratégias e dicas para você que é mãe e quer abrir o seu negócio. Continue ligada e acompanhando o nosso blog!

Se você gostou do conteúdo e quer receber nossos artigos, inscreva-se aqui na nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

Este texto possui 0 comentário(s)