#Imposto de Renda
Vai declarar o Imposto de Renda em 2023? Fique atento!
29 de março de 2023

Pronto para declarar o imposto de renda esse ano? Você se planejou para esse momento? É importante lembrar que o prazo deste ano é de 15 de março a 31 de maio.

Em 2023, teremos também algumas novidades. Agora, além do próprio contribuinte, podem fazer uso da declaração pré-preenchida o procurador pessoa física ou jurídica do contribuinte, via procuração eletrônica; e a pessoa autorizada pelo contribuinte – como dependentes e grupos familiares – por meio da nova funcionalidade “Autorização de acesso”, disponível apenas na ferramenta Meu Imposto de Renda.

É importante que exista um planejamento quando o assunto é a declaração anual de Imposto de Renda, pois é possível que alguns detalhes passem despercebidos caso seja feito de última hora e sem planejamento. E tudo isso pode gerar complicações na hora da declaração.

Antes de declarar lembre de emitir seu informe de rendimentos que é fornecido pela sua instituição financeira.

Para te ajudar nesse momento tão importante, vamos responder algumas perguntas frequentes para esclarecer as dúvidas:

Quem precisa declarar?

 

– O cidadão residente no Brasil que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ R$ 28.559,70 no ano, ou cerca de R$ 2.380 por mês, incluindo salários, aposentadorias, pensões e aluguéis; precisa declarar o imposto de renda.

– Deve ainda declarar o IRPF em 2023 quem tinha, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil.

– Quem faz operações em bolsa de valores e realizará um somatório superior a R$ 40mil em vendas, está sujeito à incidência do imposto.

 

Quais pessoas estão isentas dessa declaração?

 

Segundo a Receita Federal, existem alguns grupos de pessoas que são isentos da declaração. São eles:

– Aposentados e pensionistas com mais de 65 anos de idade que tiveram uma renda mensal inferior a R$ 3.807,96 no ano anterior à declaração.

– Pessoas portadoras de doenças graves, incluindo portadores de HIV, alienação mental, cardiopatia grave, cegueira, esclerose múltipla e outras 11 patologias descritas no site da Receita Federal.

– Pessoas com rendimentos relativos a aposentadoria, pensão ou reforma.

Fonte: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda

 

Como declarar?

 

A declaração do Imposto de Renda é simples e o sistema bem intuitivo. Para  te ajudar na hora de declarar, fizemos um checklist seguindo as informações da Receita Federal:

 

– Reúna os documentos necessários;

– Acesse o programa IRPF da Receita Federal;

– Escolha o tipo de declaração;

– Escolha entre declaração simplificada e completa;

– Faça o preenchimento dos campos;

– Revise para evitar erros.

 

Fonte: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda

 

É muito importante se antecipar quando o assunto é declaração do imposto de renda, isso irá evitar deslizes e retrabalho.

 

Para aqueles que procuram facilitar seu Imposto de Renda, a Sicredi Recife oferece aos seus associados um crédito especial* para  antecipar até 90% da restituição ou financiar o Imposto de Renda, com prazo de até 12 meses.

 

Ficou interessado? Clique no link para falar com um de nossos gerentes e abrir sua conta.

 

https://materiais.comunica.sicredirecife.com.br/lp-seja-associado

 

*Sujeito à análise e aprovação cadastral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários

Este texto possui 0 comentário(s)